Produção da Informação na Prevenção da Violência Sexual

Ludmila Fontenele Cavalcanti

O presente artigo objetiva apresentar os resultados alcançados com as ações desenvolvidas pelo Projeto “Prevenção à violência sexual contra a mulher”, desenvolvidas pelo Grupo de pesquisa e extensão integrante do Núcleo de Políticas Públicas, Indicadores e Identidades, da Escola de Serviço Social da UFRJ, no período de 2005 a 2012.
As ações desenvolvidas vêm buscando dar visibilidade ao tema da prevenção da violência sexual, através do desenvolvimento e atualização de site para internet e de produção de materiais educativos dirigidos aos profissionais de saúde. Pretendeu-se contribuir para a qualificação dos profissionais de saúde e para a qualificação da atenção às mulheres vítimas de violência sexual.
A análise dos resultados da pesquisa articulada, do estudo dos textos sobre violência sexual, da coleta de materiais educativos e de sites sobre a temática, bem como o estudo sobre redes de enfrentamento à violência de gênero contra a mulher, apontaram a insuficiência de sites nacionais sobre violência sexual contra a mulher e a relevância de colocar a informação sobre a prevenção da violência sexual contra a mulher a disposição dos profissionais de saúde e de outras políticas públicas.

siteO site, composto de 18 (dezoito) links principais, foi construído coletivamente pelo Grupo de pesquisa e extensão, onde foram considerados os seguintes aspectos: uso de uma linguagem adequada de fácil compreensão; escolha de cores e imagens que tivessem uma identidade visual com os movimentos sociais e com a realidade dos serviços; e seleção de conteúdos relevantes. Foram realizadas atualizações sobre: tipos de violência cometida contra a mulher, tipos de prevenção da violência sexual, resumo das pesquisas desenvolvidas, rede de serviços, controle social, material educativo, núcleos de estudos, bibliotecas, documentos para consulta (legislações, convenções, planos, programas e políticas), monografias produzidas nas pesquisas, sites, vídeos sugeridos e eventos relativos à temática. A pesquisa de opinião e o “fale conosco” tornaram-se espaços de comunicação com a equipe responsável. As demandas mais frequentes foram solicitação de material sobre a temática, seguida da solicitação de orientação para o enfretamento das expressões da violência de gênero contra a mulher. Os remetentes, em sua maioria, foram profissionais das diferentes políticas públicas - saúde e educação; estudantes de vários cursos, que demandam orientações voltadas para a intervenção profissional e bibliografia acerca da temática; mulheres e familiares em situação de violência de gênero; em sua maioria do sexo feminino e da região sudeste.

A utilização do site, como uma atuação estratégica e pedagógica, contribuiu para: a) o acesso à informação tanto dos profissionais e gestores quanto de pesquisadores e estudantes; b) o encaminhamento de mulheres e famílias em situação de violência sexual e doméstica para a rede de serviços; c) a qualificação das ações profissionais; e d) o intercâmbio institucional.

O êxito da experiência desse site e a permanente articulação com a SES/RJ levou a Coordenação do Projeto a participar, na qualidade de consultora técnica, do site sobre informação na área da violência no Portal da Saúde do Rio de Janeiro.

O álbum seriado Prevenção à violência sexual contra a mulher, produzido pelo Grupo, já na sua terceira edição, foi impresso e distribuído para as secretarias municipais dos 92 municípios do Estado do Rio de Janeiro, com apoio da SES/RJ, e distribuído em formato digitalizado para impressão para 06 (seis) municípios do Estado do Rio de Janeiro, de São Paulo e do Espírito Santo, para reprodução pelos próprios gestores que o tem solicitado. Outras instituições de diferentes áreas de políticas públicas e de diferentes municípios brasileiros têm também sistematicamente solicitado esse material.

Outros materiais educativos produzidos e distribuídos foram o marcador de livro, a filipeta de divulgação do Grupo de pesquisa e extensão e a dobradura informativa dirigidos aos gestores e profissionais das diferentes políticas públicas, estudantes, entre outros.

A produção do roteiro de vídeo educativo “Prevenção da violência sexual”, e de 04 versões do Boletim Informativo “Prevenção à violência sexual contra a mulher” permitiram a ampliação dos conteúdos trabalhados e os instrumentos pedagógicos a serem adotados pelos profissionais.

Nesse cenário de ampliação do debate sobre a prevenção da violência sexual, o Grupo de pesquisa e extensão tem sido convidado para participar de cursos, seminários e encontros dirigidos a diferentes públicos. Este grupo também tem organizado e participado de eventos científicos locais, regionais, nacionais e internacionais, apresentando trabalhos articulados à pesquisa e à extensão.

O conteúdo relacionado à prevenção da violência sexual também tem sido apresentado através da participação, na qualidade de palestrante, em eventos relacionados com a temática (seminários, capacitações, cursos). Com o mesmo enfoque tem proporcionado a publicação de artigos, capítulos de livro, entrevistas em programa de televisão e radio, e jornais de notícias.

A inserção dos alunos no projeto de extensão tem proporcionado um aprendizado teórico-prático de extrema importância para a formação acadêmica e cidadã por meio de um conjunto diversificado de atividades, mesmo após o encerramento da bolsa.

Essa experiência vem favorecendo a articulação do Serviço Social com a política de saúde, a construção de posicionamentos críticos sobre a temática da violência sexual e o alargamento das fronteiras da inserção na universidade, fundamentais para o amadurecimento na formação profissional. Também tem contribuído para o conhecimento acerca de futuras áreas de atuação profissional, formando alunos mais críticos e comprometidos profissional e eticamente com a sua própria formação. As atividades de extensão têm proporcionado, ainda, a experiências enriquecedoras de co-autoria e exposição de trabalhos em eventos locais, regionais, nacionais e internacionais, favorecendo a articulação do ensino, pesquisa e extensão. O aprofundamento proporcionado pela inserção em projeto de extensão vem resultando também na formulação de monografias de conclusão de curso e dissertações de mestrado.

Desse modo, os resultados do projeto de extensão vêm possibilitando: a) análise da demanda por informação na área da violência sexual contra a mulher; b) revisão bibliográfica sobre a produção relativa ao tema; c) mapeamento e análise da informação relativa ao tema disponível na internet; d) mapeamento e análise dos materiais educativos relativos ao tema disponíveis nas instituições; e) atualização permanente de site na internet; f) produção e distribuição de material educativo; e f) qualificação de gestores, profissionais e estudantes de diferentes áreas.

Conclui-se que as intervenções desenvolvidas ampliaram as ações de prevenção da violência sexual para um processo educativo, cultural e científico de desenvolvimento da informação capaz de operar a devolução da produção acadêmica e contribuir para potenciais mudanças no âmbito das políticas públicas e no conjunto da sociedade.

Pró-Reitoria de Extensão - PR-5
Av. Pedro Calmon, 550 - Prédio da Reitoria - 8º andar – Salas 815 
Cidade Universitária - Rio de Janeiro RJ - CEP: 21941-901

Tel. (21) 2598-9647 / 2598-9696  Fax: (21) 2598-9695 - E-mail: gabinetepr5@pr5.ufrj.br

UFRJ Setor Padrão
Hospedado por: TIC/UFRJ